Naquela copa da FRANÇA,
Depois de toda lambança, voltamos ter esperança
no futebol alegria.
Para a copa do ORIENTE, tudo seria diferente,
Quem sabe aí, nossa gente, vibrar muito voltaria.
Com nossa imagem riscada, a FIFA, desgovernada
Pra terceira colocada, a seleção desceria.
Sentimos dores no brio, ganhamos outro perfil,
Pois o time do BRASIL, ganhar necessitaria.

Acentuaram-se as falhas,
Nas Olimpíadas da Austrália, era mais uma batalha,
derrubando nosso astral.
Veio a eliminatória, e o nosso livro de glórias
Sumia ao longo da história, com o futebol nacional
Na CBF era farra, mas felizmente com garra,
Luiz Felipe na marra, mostrava ser genial.
Com seu jeitão de sargento, com muita força e talento,
Viraria monumento, e campeão mundial.

Viajamos para Coréia, com a ARGENTINA na traquéia,
E as seleções européias, sendo grandes favoritas.
No BRASIL não tinha aposta, o time estava de costa,
Faltava dar a resposta, àquela gente que irrita.
Iniciava - se a labuta e o povo firme na luta,
Naquela esquadra que chuta, tinha confiança infinita.
Na Ásia seria sucesso, honrando ORDEM E PROGRESSO,
Sabíamos que no regresso, só daria nós na fita.

Veio a TURQUIA na barbada, e a CHINA desengonçada,
Com COSTA RICA, coitada, dobraram - se de joelhos.
O ataque era um terror, os BELGAS sentiram a dor
Pegamos birra da cor, lá se ia mais um vermelho
Sem concorrente na rinha, dessa vez vê - lá quem vinha
A INGLATERRA da rainha, não quis aceitar conselho
Foi derrubada também, a turma do big bem
É claro, "que nóis" não tem, piedade de pentelho

Olha a TURQUIA no caminho, de novo só um golzinho
De bico do RONALDINHO, diminuía a tormenta
ALEMANHA na final, nos levantava a moral
Com garra seria fatal, usamos massa cinzenta
O BRASIL pintou o sete, era vitória do excrete
Com os dois gols do topete, agora ninguém agüenta
Em todos os continentes, o futebol decadente,
Mostrou que não tem pra gente, somente nós somos PENTA!