Silêncio
É minha hora de falar
Não te dou mais tempo de bancar a vítima

Sem jeito
A minha voz vai ecoar
E os pensamentos loucos vão persuadir

A sua cabeça
Não quero que você me enlouqueça
Espalho nossas cartas pela mesa
E quer saber...

Vai, vai me deixa em paz
Não é você que vai
Me explicar sobre os perigos

Vai, vai me deixa em paz
Você não engana mais
Nem o maior dos iludidos

Sem jogos
Sem jeito de trapaçear
Acredite em mim
Aqui se paga o que se faz

Sem tempo
Eu quero mais é me calar
Quem fala muito, pouco sabe o que dizer

Então eu vou cantar
Quem sabe assim você vá se tocar
Que quem morava aqui
Não mora mais

Quem manda nessa porra aqui sou eu

Então vai, vai me deixa em paz
Não é você que vai
Me explicar sobre os perigos

Vai, vai me deixa em paz
Você não engana mais
Nem o maior dos iludidos


Então vai, vai me deixa
Não me engana
Perigo

Vai, vai me deixa
Não me explica
Nem o maior dos iludidos

Nem o maior dos iludidos

Vídeo incorreto?