Falou tanto em cordéis
Das pepitas e guarás
Se achegou
Cantador
Fez minh'alma avoar

Me alembrou dos coronéis
Da floresta e pomar
Violou
Se encantou
Com as mobílias do meu lar
Violou
Se encantou
Com as mobílias do meu lar

Veio na minha morada
Sem pedir licença
Se assentou no chão
Quem lhe deu esse direito
De invadir um peito
E apertar a mão?

Singela felicidade
E a minha cidade adormeceu feliz
Esse adeus
Sonhador
Companheiro de aprendiz

Esse adeus
Sonhador
Companheiro de aprendiz

Retirante é beija-flor
Sem saber onde pousar
Sem querer
Proibiu
Seu verso de viajar

Saudades nem vai sentir
De onde sempre ficará
Violou
Se encantou
Com as mobílias do meu lar
Violou
Se encantou
Com as mobílias do meu lar