Não sei como te amo
Te amo
Na paz dos rastros
Dos astros
Na paz de qualquer
Caravana
Te ama
Te ama

Poema gótico
Não sei como navego,
Navego...
Não sei se te nego
Tanto quanto eu
Te quero
Não sei como te chamo,
Te chamo...
Se não sei teu nome
Teu nome...
Na paz dos rastros
Da caravana
No gótico amor
Sem nome...
Se não o que dizer
Não sei o que é amar
Navegar indeciso
Não sei viver como narciso
Não sei viver
Sem os ternos carinhos
De uma lua nova
De uma lua nova

Não sei como te chamo,
Te chamo...
Se não sei teu nome
Teu nome...
Na paz dos rastros
Da caravana
No gótico amor
Sem nome...
Se não o que dizer
Não sei o que é amar
Navegar indeciso
Não sei viver como narciso
Não sei viver
Sem os ternos carinhos
De uma lua nova
De uma lua nova

Vídeo incorreto?