Posso sentir no corpo
Na alma o calor de Sua mão
Minha mente recorda a Sua intenção
Vaso que agrada o Seu coração

O tempo avançou
Mas isso não pode o meu choro levar
Ainda no culto eu posso chorar
O meu amor não chegou ao fim

E antes que isso aconteça preciso viver
De novo o início
De novo, quebra-me, Senhor
De novo, faz o que pensou
Oleiro, leva-me de volta ao primeiro amor

O tempo avançou
Mas isso não pode o meu choro levar
Ainda no culto eu posso chorar
O meu amor não chegou ao fim

E antes que isso aconteça preciso viver
De novo o início
De novo, quebra-me, Senhor
De novo, faz o que pensou
Oleiro, leva-me de volta ao primeiro amor

Vem me abrasar, vem me abrasar
Vem me abrasar, meu coração clama

De novo, De novo,
quebra-me, Senhor
De novo, faz o que pensou
Oleiro, leva-me de volta ao primeiro amor

Vídeo incorreto?