Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo
Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo

Quando eram jovens, caboclo olhou nos olhos de Amélia
e disse assim eu quero ter dois filhos e um neto com ela
Sob o olhar de titia namoraram e casaram, tudo era Amélia
E trinta anos se passaram, e o amor ainda se chama Amélia

Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo
Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo

Toda estrela, a lua, o céu parou vendo Amélia
Enquanto caboclo dizia o quanto queria beijar os lábios dela
E o luar já sentia que era tempo de fazer cena de novela
E a penumbra se apagou e a luz brilhou sobre a alma de Amélia

Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo
Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo

E não há chuva nem tempo que esfrie o amor que rodeia Amélia
Caboclo sempre se esmerou em plantar e colher o melhor pra ela
Dificuldades vieram mas os dois se impuseram, lado a lado era
A vida não podia ser mais bonita, mais linda, do que era com Amélia

Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo
Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo
Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo
Amélia, você é o grande amor da vida de um caboclo