Lavo o rosto que
Perdendo a razão
Pois um fim ao fim
Da tua ilusão
Limpo as mãos em que
Ao rubro manchar
Te deixou partir
Pra um melhor lugar...

Vendo que agora não há mais o que fazer
A tua vida vira um filme, que não se poder
entender...

E se tudo aquilo que passei
Me der adeus, não irá mudar, não vai mudar
Se tudo aquilo que amei,
Me for negado só vai mudar, só vai mudar...

Ao cair no chão, provei a razão
De sentir prazer, nunca mais irei te ver...

Pelo amor se dá
Por ele se tira
Por ele se mata
Por ele que se cria
Ahhh não vou negar, que até senti certo prazer,
Não sei se pela tua queda, ou pelo fim do meu sofrer
Que me matrata, que me destrói,
Que dentro dos, meus pensamentos, simplesmente me
corrói...

Depois do acontecido, me limpei e me vesti,
Como se nada do ocorrido, realmente havia ali

E se tudo aquilo que passei
Me der adeus, não irá mudar, não vai mudar
Se tudo aquilo que amei,
Me for negado só vai mudar, só vai mudar...

Y yo que pensaba que no me importaba
Que una caricia podía
Baila baila tango!
Baila baila tango!
...

El código oculto de esa mirada
Es como una señal
Y no puedo
Baila baila tango!
Baila baila tango!

E se tudo aquilo que passei
Me der adeus, não irá mudar, não vai mudar
Se tudo aquilo que amei,
Me for negado só vai mudar, só vai mudar...

Ao cair no chão, provei a razão
De sentir prazer, nunca mais irei te ver...

Vídeo incorreto?