A saudade é a palavra que mais doi nos imigrantes
Que partiram em busca da sorte, por terras distantes
Choraram lágrimas de sangue, na hora da partida
A procura de uma suposta, linda vida
Deixaram a familia, com promessas de voltar
Uns conseguiram outros continuam a tentar
Levaram no coração a terra natal
Na mala de cartão restos do seu ideal
Levaram na esperança, um futuro para os filhos
Outros simplesmente a procura dos seus proprios estrilhos
Muitas vezes arriscam a vida de qualquer maneira
Promessas do paraiso acabam na ratoeira
Mortos, ou escravizados explorados, ameaçados
E a sua sorte abandonados
Anos a suor, nem tudo o que brilha é ouro
Trabalho arduo, para juntar um pequeno tesouro
Uns partiram daqui, outros vieram para cá
Da america do Sul, do leste ou africa
Terras magicas, tragicas, só um cego é qe nao vê
Dignidade é a resposta para todo o porquê
é um direito legitimo, um direito elementar
Viver honrado até isso lhes querem roubar
Custa-me observar, pela honra tanto rico
Pobre cada vez mais pobre, rico cada vez mais rico

(Refrão 2x)
A sorte não cai do céu
Conquista-se como na luta por um trofeu
a sorte não cai na mão
Procura-se ficar, a espera não é solução

São 6 da manha, e tu fazes a tua mala
Ainda nem partis-te e o coração já estala
Com tanta saudade e ainda não sais-te
Lagrimas escorrem por quem te despedis-te
Agarras a na mala, limpas a tua cara
Dizes adeus aos vizinhos e fazes-te a estrada
Numa viagem em que a vida te obrigou
Deixando para trás o sitio que te criou
Vais na esperança de um futuro melhor
Uma vida melhor, construida com o teu amor
Obrigado a deixar para trás a tua familia,
para mais tarde teres uns dias de alegria
Tomara eu que não tivesses que viajar
Que o teu pais te oferecesse o total bem-estar
Que te desse condições minimas de vida,
Educação e saude de uma forma garantida
Que não fosses obrigado a ter que emigrar
Tudo estivesse reunido, para que pudesses ficar
Nas tuas raizes, Perto do que te é querido
Construindo aqui o teu próprio destino
Esta musica é dedicada a quem tem que emigrar,
a quem procura a felicidade noutro lugar
Um abraço deste lado da fronteira
Espero que em breve estejam a nossa beira

(Refrão 2x)
A sorte não cai do céu
Conquista-se como na luta por um trofeu
a sorte não cai na mão
Procura-se ficar, a espera não é solução

Vídeo incorreto?