Vinte

Não pense que eu vou te esquecer
Teu gosto, tua dor, é tão familiar
Nem me lembro mais do nosso último minuto
E agora quero te fazer lembrar

Te conheço a vinte anos ou a vinte horas ?
Te beijo vinte segundos cravados
Só chego vinte minutos passados
Tento esquecer nossos defeitos
E dos nossos vinte melhores momentos
Lembro das vinte coisas que você mais ama
E como quem se engana
Deixo tudo pra atrás
Te adoro vinte vezes mais

Mais da sempre tudo errado
Se eu busco por você
não entendo o problema entre nós
Se te causa tanto espanto te achar estar aqui
Vou te dizer
É tudo que eu vim fazer
Eu vim te ver...

Te conheço a vinte anos ou vinte horas ?
Te beijo vinte segundos cravados
Só chego vinte minutos passados
Tento esquecer nossos defeitos
E dos nossos vinte melhores momentos
Lembro das vinte coisas que você mais ama
E como quem se engana
Deixo tudo pra atrás
Te adoro vinte vezes mais

Mais da sempre tudo errado
Se eu busco por você
não entendo o problema entre nós
Se te causa tanto espanto te achar estar aqui
Vou te dizer
É tudo que eu vim fazer
Eu vim te ver...Eu vim te ver...

Tudo bem

Já não tenho dedos pra contar
De quantos barrancos despenquei
E quantas pedras me atiraram
E quantas atirei
Tanta farpa, tanta mentira
Tanta falta do que dizer
Nem sempre é so easy se viver
Hoje não consigo mais me lembrar
De quantas janelas me atirei
E quanto rastro de incompreensão
Eu já deixei
Tantos bons, quantos maus motivos
Tantas vezes desilusão
Quase nunca a vida é um balão
Mas o teu amor me cura
De uma loucura qualquer
Encostar no teu peito
E se isso for algum defeito por mim
Tudo bem

Vídeo incorreto?