Jantar com ela, à luz de vela,
É tudo que eu sonhei.
Depois deixar
incendiar a mesa.
Uma garrafa de antiga safra
do vinho mais real.
Pra merecer os lábios da princesa.
Prata, linho, taças de cristal,
à meia luz num clima sensual.
Pra te envolver e te contar,
abrir meu coração.
Por que será que essa princesa
ainda não apareceu?

A noite vem, as horas vão, imensa solidão.
E quando dei por mim amanheceu.

Vídeo incorreto?