Embalo da Festança

Começa o fandango, o povo todo animado
Salão lotado, tá bonito de se ver
Moça bonita a gente vê de todo lado
E no outro canto a gurizada à se entreter

Velhos se agitam como na flor da idade
Mato saudade dos meus tempos de piá
E nesse embalo todo mundo contagia
Vamos pra sala guria, para ver no que
Que dá

Berenice na cordeona,
Todo mundo dança
Todo mundo dança
Todo mundo dança