Espiando a Madrugada

Foi bem assim, meus amigos
Foi bem assim que sonhei
Espiando a madrugada
Foi assim, foi assim que eu acordei

Olhando este sol que nasce
Iluminando esta terra
Saio batendo na marca
Pelos rincões desta serra

Vagando pelos meu pago
Num ranchinho de capim
Sorvendo o amargo da vida
Pois adoro ser assim

Foi bem assim, meus amigos
Foi bem assim que sonhei
Espiando a madrugada
Foi assim, foi assim que eu acordei

Foi bem assim Teatino
Que eu encilhei a lembrança
Quanto quebro queixo
Mais eu me sinto criança

Porém eu não maldigo a sorte
Sou gaudério por herança
Vou rebatendo os repuxos
Cavalgando a esperança