Gaúcho barbaridade vejam só a minha sina
Sinto uma baita saudade lá de Santa Catarina
Não deixarei meu rincão mesmo que assim ela queira
Mas minha vida matreira ficou de rédeas no chão

Coisa linda de outro estado bandeia pra este lado
Que o Rio Grande é terra boa meu rancho sempre tapera
Vive agora a tua espera para seres a patroa

És lá da terra de Anita eu sou dos pagos do Bento
Sou mais livrito que o vento és mulher e és bonita
Deixa esta linda querência cobra do estado lindeiro
Que eu serei teu companheiro te amando toda existência