Churrasco feito na brasa e um bom trago com limão
Não faltando a cuia e a bomba pra tomar um chimarrão
Nas tardes de carrerada da cancha reta da vida
Encilhava o meu cavalo para ganhar a corrida

Chapéu tapado na testa e um baile de galpão
Um vaneirão bem tocado com uma gaita de galpão
As prendas marcando passo bem no meio do salão
Só que morra um gaúcho pra deixar da tradição

Esta vida de gaúcha que eu conservo de coração
É herança do passado dos velhos tempos de peão
Eu saí em campo aberto pisando firme no chão
Dizendo viva o Rio Grande viva a nossa tradição.

Vídeo incorreto?