Um domingo de manhã meu pai eu fui visitar
Na sombra de uma paineira começamos conversar
O velho acendeu o pito, caprichou para fumar
Meu filho eu tenho medo do meu passado lembrar
Essa vida é um caminho, andei sempre direitinho
E meu fim hoje está pertinho e Deus logo vai me levar.

Sua mãe está aí dentro ela vai contar melhor
Pra sua sobrevivência derramou muito suor
Nossa casa era velha caindo em cima de nós
Quando lembro deste fato coração balança e dói
Morando nesta tapera dia e noite a sua espera
Graças a coragem dela não aconteceu o pior.

Minha mãe saiu pra fora jogou o cigarro na areia
Meu filho você nasceu em noite de lua cheia
Seu pai foi buscar ajuda era meia noite e meia
Uma loba ali rondeava, deu uma uivada feia
Assustada passei mal, deu fome nesse animal.
Enfrentei ele de pau pra não te servir de ceia.

Isso eu tenho na lembrança de muitos anos atrás
Minha mãe brigou a com a fera em lutas corporais
Ela saiu arranhada ficando muitos sinais
Me salvando eu da loba e das unhas infernais
Graças a Deus estou vivo, trago a saudade comigo
Desses velhinhos queridos que aqui não morram mais.

Vídeo incorreto?