Desperto da ilusão
Da velha embarcação
Que fez meu corpo navegar
No mar revolto da paixão
Apontando o meu timão
Pros faróis do teu olhar

Quiçá teus olhos-cais
Guiassem minhas mãos
Fazendo o véu das ondas ao som do vento
Varrendo o rosto o rastro de algum lugar
Quiçá teu sopro me levar
Mas não...

Se o amor correu as ondas contra o vento
Se fez meu corpo-barco naufragar
O tempo cicatriza a dor com sal
Do mar

Vídeo incorreto?