Um ancião me deu um toque, e eu vou cantar neste rock
Vou falar de nossa história, quero apenas confundir
Vou colocar minha ironia a serviço dos porquês
E através da minha sátira muita gente vai se ver
Não quero convencer ninguém, só vou mostrar minha visão
Eu vou dar alguns relatos, talvez nem esteja com a razão
Eu vou falar de controvérsias no rock da contradição

Por mais que os tempos se contem, parece até que foi ontem
Que eu vi a primeira bomba despencar lá em Bagdá
Destruição ao vivo, vídeo game do terror
E o mundo viu a força do cacique imperador
Mesmo contra a inteligência da opinião universal
Ele mostrou toda a sua arrogância, álibi de cara de pau
Bombas em busca do suspeito em nome da paz mundial

Ei contradição, ei contradição (bis)

Pelo meu jeito sossegado e o meu sotaque carregado
Dá pra ver na minha cara que eu vim lá do interior
Eu me criei no meio do nada, sou músico por intuição
Uso melodias simples, falo coisas do coração
E eu querendo ser irônico posso parecer vulgar
Mas é que eu sendo de tão distante quem sabe possa interessar
Alguns me chamam de exótico e outros me dizem pra me calar

Me lembro que desde pequeno, desde o último milênio
Minha mãe me ensinou que o rico nunca vai pro céu
Que a pobreza é abençoada e dos pequenos é o reino de Deus.
E eu criança obediente permaneci ao lado seu
Mas eu cresci e o meu destino só eu mesmo vou criar
Eu quero vida em abundância, eu quero mesmo é lutar
Se Deus me pôs aqui na terra foi pra vencer, foi pra ganhar

Ei contradição, ei contradição (bis)

Vídeo incorreto?