Quando quero falar de amor
Eu repito teu nome baixinho
Prá que escute aonde for
Prá que nunca te sinta sozinho

Está no poema de um livro
Que a voz vem do coração
E é por isso que eu te escuto
No meio da multidão

Sinto este amor invadindo
Teu sorriso vem dizer
Que o segredo da minha voz
É você

Pergunto à lua
Se te vê de onde ela está
Peço prá te buscar
E num beijo
Me calar

Quando quero falar de amor
Eu repito teu nome baixinho
Prá que escute aonde for
Prá que nunca te sinta sozinho

Está no poema de um livro
Que a voz vem do coração
E é por isso que eu te escuto
No meio da multidão

Sinto este amor invadindo
Teu sorriso vem dizer
Que o segredo da minha voz
É você

Pergunto à lua
Se te vê de onde ela está
Peço prá te buscar
E num beijo
Me calar

Vídeo incorreto?