Um pintassilgo serelepe no terreiro avisa quando
é pra se cantar, João Rosa disse muito bem o povo
quando canta não, não, não morre não.

Quem conta história nunca perde o juízo se der
manota não importa não, a vida gosta de caboclo aprumado
eu digo pro senhor meu sustento é o baião.
A vida gosta de caboclo aprumado eu digo pro senhor meu sustento é o baião.

Vai Genoveva atiça as brasa desse fogo aqui no fole da sanfona cuido eu,

quem vai comigo nunca dorme cedo espera o sol raiar na leva do baião.

Se o trem tá feio passo cebo nas canelas mudo de pouso
e vou cantar noutro lugar o pintassilgo serelepe avisa o baião levado vai continuar...

Um xote encabulado... um xote encabulado....
ou um baião levado. 2 vezes

Vídeo incorreto?