Então antes de argumentar pense no que vai falar
agora pra apavorar é a Cone fumaça no ar
No estilo Jamaica poucos tentam ousar,
mas a tática e certeira é impossível errar (2x


Em movimentos contundentes resultam em um rap consciente
Que destorce a mente do mais fraco até ao que sente,
que é o cara, mas com um pente na sua cara ninguém quer da pala
na hora q a fuga é bem grande, é em massa.

Enjaulados carcerários culpa de um sistema falho
Retirados de circulação estando fora do prazo
Saturado absurdos são falados,
não abaixo a cabeça pra porco fardado ou diplomado.

Entristecidos fatos direitos sendo estuprados,
recorro a Jah e faço todos eles serem validos.
No estante ágil calmo como um grande sábio,
pouco me importa se é branco negro amarelo ou pardo.

São simples fatos que se deve argumentar
se a fumaça ta no ar não precisa se apavorar
Pois a verdade ainda vai reinar e Rany Money..........vai!
Com Os Neurônios a Evaporar


Então antes de argumentar pense no que vai falar
agora pra apavorar é a Cone fumaça no ar
No estilo Jamaica poucos tentam ousar,
mas a tática e certeira é impossível errar.


Até morrer irmão na sagacidade que é bruta,
viajando na erva culta, dando voltas nas luas.
Num simples embaraço de complexos, atordoado
pelo ato de eu ser descriminado, é fato!


Por fumar baseados na epopéia com métrica eu vou adiante
Na estética sem ética de um mundo bem distante,
onde pessoas não ouvem funk e nem ligam pros seus diamantes.
Sequelando em ondas sonoras sou o Rany Money

E não se canse, explane, passe adiante a Cone,
não me canso de representar o meu bonde vou até o top.
Não dou moral pra quem acha que é o super-homem
humildade na conduta é necessária então faça por onde

Não rala, fala, por favor, não faça merda
e vê se enxergas antes que a canela vá na sua cara
Pata de coelho eu tiro com a faca
na selvageria mesmo sem estar amolada

Indignada dona de sua própria casa
que de aluguel em aluguel parece que a novela nunca acaba
Resquícios da eleição passada, policia é uma ameaça,
e o Mensalão já ta até virando Karma

Na estrada esburacada em busca da cidade alada,
mas da forma que a coisa anda eu vou é pra Jamaica.
Peço carona o motorista só reclama,
jovens decadentes brigam pelo direito de fumar maconha.

Verdadeiras armas livre da ameaça de bobeira
por causa de um recalcado, toma um na cara.
Guloseimas esfareladas que lhe levam até a aurora
e até a ultima ponta eu fumo a tora da macaca,

leia bem a ata e eu não sou babaca
é atitude lançada de forma nacionalizada...
Minha rima é coagida de certa forma inspirada,
a batida é do Papatinho e foi lançada.

Quem vai salvar a babilônia?
Quem vai salvar lá na babilônia?
Quem vai salvar a tal babilônia?

Refrão.

Vídeo incorreto?