Eu quero uma casa no meio do mundo
Com gente chegando de todo o lugar
A porta já era
Janela nem foi
Não tem frente, nem fundo
Que a casa que eu quero no meio do mundo
É pro mundo morar

Eu quero uma casa no meio do mundo
Com gente chegando de todo o lugar
A porta já era
Janela nem foi
Não tem frente, nem fundo
Que a casa que eu quero no meio do mundo
É pro mundo morar

Eu sei que o caminho é cheio de pedreira
E que não é brincadeira
Nossa gente sem trabalho chegar lá
Mas vai no passo, no canto, no sopro, no grito
A vida que faz a pedra também faz o homem pra virar
Mas vai no passo, no canto, no soco, no grito
A vida que faz a pedra também faz o homem pra virar

Eu quero uma casa no meio do mundo
Com gente chegando de todo o lugar
A porta já era
Janela nem foi
Não tem frente, nem fundo
Que a casa que eu quero no meio do mundo
É pro mundo morar

Eu quero uma casa no meio do mundo
Com gente chegando de todo o lugar
A porta já era
Janela nem foi
Não tem frente, nem fundo
Que a casa que eu quero no meio do mundo
É pro mundo morar

Eu sei que o caminho é cheio de pedreira
E que não é brincadeira
Nossa gente sem trabalho chegar lá
Mas vai no passo, no canto, no soco, no grito
A vida que faz a pedra também faz o homem pra virar
Mas vai no passo, no canto, no soco, no grito
A vida que faz a pedra também faz o homem pra virar

Mas vai no passo, no canto, no soco, no grito
A vida que faz a pedra também faz o homem pra virar
Mas vai no passo, no canto, no soco, no grito
A vida que faz a pedra também faz o homem pra virar
Mas vai no passo, no canto, no soco, no grito
A vida que faz a pedra também faz o homem pra virar

Vídeo incorreto?