Briguei com ela um dia desse lá no jardim
Hoje a encontrei ela nem sequer olhou para mim
Ai que tristeza senti no peito naquele instante
Passou pertinho num andarzinho tão provocante

Fez que não me viu e depois sorriu ao me ver chorar
Com jeitinho airoso e malicioso ao caminhar
Aumentando a febre que envenena minha paixão
Vai cortando aos poucos em pedacinho meu coração

Que menina ingrata que me faz sofrer
Se a paixão mata sei que vou morrer
Que menina ingrata que me faz sofrer
Se a paixão mata sei que vou morrer


Briguei com ela um dia desse lá no jardim
Hoje à encontrei ela nem sequer olhou para mim
Ai que tristeza senti no peito naquele instante
Passou pertinho num andarzinho tão provocante

Fez que não me viu e depois sorriu ao me ver chorar
Com jeitinho airoso e malicioso ao caminhar
Aumentando a febre que envenena minha paixão
Vai cortando aos poucos em pedacinho meu coração

Que menina ingrata que me faz sofrer
Se a paixão mata sei que vou morrer
Que menina ingrata que me faz sofrer
Se a paixão mata sei que vou morrer

Vídeo incorreto?