Esse fim de mundo, o infinito
Vontade de viver momento
10% de prazer
Esse eterno amanhecer

Tudo que se ouve será música
Tudo é nada, só há duvida
Primeiro som, depois amar
Quando a maçã perder o seu saber
Tudo que respira quer comer


É quase nada essa estrada
E essa estrada não tem fim
Não escada essa danada
Nem pra subir ou pra cair
E é perigoso, é perigoso
E gostosa como tu
Ou como juizo feito prosa
Respire fundo, é isso aí
Tudo que respira quer comer


Tudo que se fala será língua
Tudo limão pra pouca pinga
O exercício do poder
Esta no escuro, esclarecer
Tudo que respira quer comer

Vídeo incorreto?