O que passou, passou


Ah ah dá-lhe mambo! (Entre tu e eu!)
Dá-lhe mambo!
Coisas que passam no Bairro Fino.

Essa noite contigo a passei bem.
Mas já me inteirei que tu deves a alguém.
E tu falhastes mas já é tarde.
E tu falhastes mas já é tarde...

O que passou, passou entre tu e eu [x4]

É uma assassina ela suporta a medicina
Enganadora que te envolve e te domina
Uma abusadora ela como sabe te devora
E se não tens experiência te apaixona
Uma especialista e que te põe a vista
Que se é maliciosa eu que a tratei como uma deusa
Me enganou e agora me chamas como louca

Se apresse, anda, se apresse se já não estamos juntos outra mulher me
galantea
Se apresse, anda, se apresse que pouco são os índios e muitas índias
na aldeia sabes
Se apresse, anda, se apresse não deixes pra amanhã o de hoje
Se apresse, anda, se apresse agora estás ciumenta porque outra me deseja

Essa noite contigo a passei bem.
Mas já me inteirei que tu deves a alguém.
E tu falhastes mas já é tarde.
E tu falhastes mas já é tarde...

O que passou, passou entre tu e eu [x4]

Se apresse, anda, se apresse se já não estamos juntos outra mulher me
galantea
Se apresse, anda, se apresse que pouco são os índios e muitas índias
na aldeia sabes
Se apresse, anda, se apresse não deixes pra amanhã o de hoje
Se apresse, anda, se apresse agora estás ciumenta porque outra me deseja

Eu sou solteiro mais e tu se apressa
Eu tiro outra para dançar e tu se apressa
Teu comes em to's lao's e me apressa...
Se tens dono, ma', por que me apressa...

(Vamos deixar isto claro já, okay?)

O que passou, passou entre tu e eu [x4]

Ah ah dá-lhe mambo! [x2]
Luny tunes
Coisas que passam no Bairro Fino.