No samba de roda
O tambor guia quem não sabe onde pisar
Já no morro anunciava
Quem é rico ou pobre vai poder dançar
Mesmo quando o tempo pára
E você não sabe o que dizer...

Não se faz um samba assim
De brincadeira
Como quem não quer se olhar
Não se faz um samba assim
Será que um dia
O tambor me guia a um orixá?

Tendo um samba pra falar do que sentimos
Seja dor, seja paixão
Procurando explicar porque alguns atos
Sempre acabam sendo em vão
Mas se for entrar na roda
Ouça o tambor, sinta soar

Seguir no mundo é assim
Vamos deixar de só ver tudo passar
Não se faz um samba assim
Se alguma parte hesitar
Em se arriscar

Se um samba não tem roda
Não tem versos nem histórias
Não há palmas pra valer cantar
Quem na vida não se engana
Não tem nada pra contar
Nunca vai ter nada pra contar

Vídeo incorreto?