Em Londres eu a conheci numa madrugada na mesa de um bar
Um sorriso sutil, confiante, vi seu semblante um brilho nobre no olhar
E surpreso e feliz eu fiquei, quando convidou-me ao seu lado sentar

Depois de uma taça de vinho, me chamou pra dançar
Perguntei o que faz e seu nome, desvia o olhar
Não quis me falar

Pedi a conta e saí, na avenida ouvi "Me espere, também vou!"
No agito da noite urbana, sem trauma e sem drama, sua história contou
Em silêncio no carro ficamos, quando suas mãos o meu corpo tocou
Num abraço mil beijos trocamos, me levando para o céu azul
Com o sol me aquecendo, acordei, onde mora não sei
O seu nome é Malu

Pedi a conta e saí, na avenida ouvi "Me espere, também vou!"
No agito da noite urbana, sem trauma e sem drama, sua história contou
Em silêncio no carro ficamos, quando suas mãos o meu corpo tocou
Num abraço mil beijos trocamos, me levando para o céu azul
Com o sol me aquecendo, acordei, onde mora não sei
O seu nome é Malu
Maluuuu
Maluuuu
Maluuuu

Vídeo incorreto?