E é mais um sol
Como será essa noite?
Eu tô no lençol
Preso ao levantar

Contando estrelas
Medo de sair nas ruas
É que ontem foi mal
E é pro céu minhas desculpas

E todo dia acordo cedo é pra fazer acontecer
Nem todo mundo tem na mente essa idéia
Não me atrapalhe pois o dia ainda não terminou
Não feche os olhos antes de acabar
Tudo bem
Tudo muito bem

E agora traz
Minha moral pro outro dia
Sai de cena
Sabe lá quem se preocupa?!?

Numa fazenda
Me deixe abandonado
Não tenha pena
Foi eu mesmo quem fiz tudo errado

E todo dia invento um novo dicionário bobo
Quem somos nós pra desvendar segredos de loucos
Dias estranhos, "cê" ficou pra traz, pra traz
E agora e pé no chão pra hora da lembrança
Me cansa

Traz a vontade pra esquecer
Um dia triste pra aprender
Olhar no espelho e se foi muito mal
E ter vergonha de você
Ao menos uma vez
Ao menos dessa vez

E é mais um dia
Vive-se um após o outro
Me contagia
Bons amigos contos

Fazendo figas
É bom contar com a sorte
Pois hoje em dia
Num abismo alegre dança a morte

E como tudo tem seu preço, um gosto, um fundamento
Eu tô de pé sem perceber ao certo o que é o tempo
Nos colocaram nesse mundo sem saber ao certo
Pra onde vamos quando nos cansar
Eu tô alerta

Fazer valer
Um riso é de graça
Botar o pé na estrada
A luta nunca nunca acaba

Cabeça levantada
O mundo não tem dono
Levando a ferro e fogo
Brincando com duendes, estrelas, contos

Nunca é difícil se fazer passar por outro rosto
Mais no meu caso eu tô ciente de farsantes loucos
Tô começando o meu caminho, ai decido hoje e sempre
Nunca se iluda faça só o certo, aproveite o momento

Um dia triste às vezes cai bem
Essa canção é resultado de quem tem
No peito saudades,lembranças, vitórias
É tudo que eu tenho pra contar
Fiz a minha parte construi meu pilar
O meu nome fica lá!

Vídeo incorreto?