Na minha memória me falta um pedaço da nossa história
O espaço dos dias comuns sem glória

Ninguém ousou preencher até agora
Mas quem sabe o amanhã traz a nossa hora
Quem sabe o universo não me ignora
E me une enfim a você

Olha pro céu, existe ainda um sentido
Para os nossos caminhos partidos
Entre a fé e a razão
Será que esse céu, ainda guarda um pedido
Para os corações divididos entre a fé e a razão

Responda agora
Se somos poeira da mesma estrela
Por que você orbita em outro planeta
Distante da minha translação

Não vá embora esperança de um dia voltar a vê-la
Eu não quero ser aquele cometa errando na escuridão

Olha pro céu, existe ainda um sentido
Para os nossos caminhos partidos
Entre a fé e a razão

Será que esse céu, ainda guarda um pedido
Para os corações divididos entre a fé e a razão

Andando pelo mundo, eu ouço a tua voz
Mas no fundo do meu peito
Sentado no leito de um passageiro
Pela janela brilham forte as estrelas
A vida é bela tudo é perfeito

E ainda que me falte o aconchego
O conforto carinhoso dos seus beijos
Sei que pensa em mim
E quando contempla nessa noite o mesmo céu
Que agora eu vejo, a esperança afasta todo meu desespero
Olha pro céu, pro nosso céu

Olhando pro céu, existe ainda um sentido
Para os nossos caminhos partidos
Entre a fé e a razão

Será que esse céu, ainda guarda um pedido
Para os corações divididos entre a fé e a razão

Ouça essa voz, lembra
Ouça essa voz, lembra

Vídeo incorreto?