Não há desculpas
Para justificar o que eu fiz
Toda cidade
Já me viu derrubado e pede bis

Não chove há meses
E o sol todo dia me corrói
Descobri tarde
Que o passado é um morto-vivo e que a verdade dói

Amor, não se preocupe
(não é nada não)
Amor, Não se descuide
(não é nada não)
Por mais que o mundo mude
(não é nada não)
Por mais que a dor insulte
(não é nada não)

Não olhe agora
Mas estamos cercados de pudor
Tal qual o dia
Que eu cheguei com uma bomba e uma flor

Não tenha medo
Nem do que foi, nem do porvir
Não tenha pena
Do que sobrar pelo chão quando você partir

Amor, não se preocupe
(não é nada não)
Amor, Não se descuide, não
(não é nada não)
Por mais que o mundo mude
(não é nada não)
Por mais que a dor insulte
(não é nada não)

Vídeo incorreto?