O copo deixado sobre a mesa
Ainda guarda o sabor
Da bebida amarga que você deixou
Figuras esquecidas e antigas
Perambulam pelo o quarto
Entre saudades e mistérios de amor

E essa faca sobre a mesa corta
Como te cortam os meus versos
Eu sei, eu sei, eu sei
Um sol estampado na camisa
Não aquece um peito aflito
Gelado e entristecido de torpor

Vídeo incorreto?