É incrível o mesmo que não ter
É ter e não desfrutar
Impossível de compreender mas devo mencionar
Que a verdade se esconde em lástimas
E a vontade não consegue ser convincente
"pra" não causar mais dor
E recepção é mesmo ingrata
Como o impróprio de que não se quer
Mas só me resta escolher

Mas não pretendo ser melhor ainda que você queira
Só me importa ser eu mesmo isso não é brincadeira
Não sou príncipe encantado e você sabe bem
Assim se aproximou, assim se apaixonou
Agora não venha querendo interferir
Nas minhas próprias palavras ou no meu jeito de agir
Eu sei no que está pensando e pode crer
Que se você não quiser, outras ainda vão querer

Indescritível, é o seu proceder
Que engana sem lamentar
E horrível como não reconhecer
No espelho o próprio olhar.

Vídeo incorreto?