Eu tentei seguir
Minha vida a acreditar
Que ninguém teria
Tanto mal em si

Hoje eu vejo já
Quem faz mal não sabe amar
E sem duvidar
Já compreendo tudo!

Nem sempre há amor
Dentro de todos os corações
Porque entre gestos e palavras
Se percebe quem realmente ama
Sem fazer intrigas às pessoas ao redor
Vivendo todos os minutos e os dias em harmonia

Diga o que sentir
Sem temer ou então fingir
Lute pela fé que ainda existe em ti

Nem sempre há amor
como eu queria a todos nós
Dizer palavras sempre belas
Viver sempre emoções sinceras
E nos olhos lágrimas vendo o mundo à guerrear
Ninguém se lembra que Jesus deu sua vida

Só pra buscar a paz
E conceder a esperança
O perdão da humanidade
Será que tudo foi em vão?
Ou não?

Deus é amor, Deus é amor!
Eu tentei seguir
Minha vida a acreditar
Se erros cometer
Sempre há tempo pra mudar!