Não me conformo com as crianças nas ruas
Com meninas transformadas em prostitutas
Com as drogas invadindo os nossos lares
Com desempregados nos bares
Delegacia lotada, preso morto
Direitos sociais em teoria pro meu povo
meu deus não quero mais notícia de chacina
Violência na favela, na periferia
Joga a arma fora, chega de ódio
Semeie a esperança, o amor ao próximo
Um mundo melhor é a gente que faz
Não destrua o sonho de um dia haver a paz

Um mundo melhor só depende da gente
Se você quiser pode ser diferente (2X)

Te quero na escola sendo um bom aluno
Sendo um orgulho, nota dez em tudo
Coeta o coração ver tanto desperdício
Jovens jogando sua vida no lixo
Consumindo crack, assaltando banco
Ou na cela de um presídio mofando
Quero te ver sorrindo, criando seus filhos
Batendo bola com os amigos nas tardes de domingo
Joga a arma fora, chega de ódio
Semeie a esperança, o amor ao próximo
Um mundo melhor é a gente que faz
Não destrua o sonho de um dia haver a paz

Um mundo melhor só depende da gente
Se você quiser pode ser diferente (2X)

Brasil, pra haver a paz tem que haver justiça
Violência não acaba apenas com a polícia
Criança na escola é igual a cidadão
Criança nas ruas é mais um na detenção
Dá uma chance pra favela e vai ter formatura
Resgata o menino dentro da viatura
Ele pode ser um médico, ou um professor
Ou um futuro presidente, um cantor, um ator
Joga a arma fora, chega de ódio
Semeie a esperança, o amor ao próximo
Um mundo melhor é a gente que faz
Não destrua o sonho de um dia haver a paz

Um mundo melhor só depende da gente
Se você quiser pode ser diferente (2X)

Vídeo incorreto?