De vez em quando estrelas caem lá do céu
Iluminando a Terra que parece ao léu
Contagiando a todos pela devoção
E pelo amor que estendem a cada irmão
Pode cair bem longe, lá no Ceará,
Mas deixa um lindo rastro por onde passar
Se abraça uma causa como esta fez
É pra servir, tentar nos unir de vez

Bezerra, quero falar de uma estrela
Que em muitos pontos lá do Rio brilhou
Irradiando muito amor
Passando, um lindo rastro surgiu
Porque a mão esquerda nunca viu
O que a outra distribuiu

Terminada a jornada volta lá pro céu,
Não pode ser descrita nem por um pincel
Em vez de ascender à maior amplidão
Prefere aqui servir grande multidão
Pode atender aqui ou mesmo acolá,
Mas deixa uma mensagem por onde passar
Que é um convite a todos para a lucidez,
Que a cada um cabe ajudar-se também

Bezerra, quero falar de uma estrela
Que em muitos pontos lá do Rio brilhou
Aliviando muita dor
Criança, guarda este exemplo de herança:
Qualquer doutor daria o seu anel
Pra transformá-lo em farnel?

Vídeo incorreto?