Lá! Lá! Lá! Ia! Lá! Lá! Lá! Ia!
Lá! Lá! Lá! Lá! Lá! Lá! Lá! Lá! Lá! Lá! Lá!
Grande festa no barraco do nêgo João!
Pandeiro, cavaco e viola
Sob a luz do lampião .(2x).
De alegria, dona Maria chorava.
Para o bebê que nascia
Aquela gente cantava.
Mesmo a pouco leite e a pouco pão
Aquele bebê foi crescendo,
Vencendo as barreiras desse mundo cão.
Fascinado por pandeiro,
Cavaquinho e violão,
Com suaves sinfonias
No piano do patrão.
Aquele neguinho que andava
Descalço na rua e ao leo
Assobiando Beethoven e Chopin,
Porém preferindo Noel
Foi assim se trasformando
Num singelo menestrel.
No barraco, na favela,
Pra esquecer o desamor,
Escrevendo à luz de vela
Mais uma canção de amor.
Lá! Lá! Lá! Ia!

Vídeo incorreto?