Rosa, rosa, rosa
Despretensiosa, vive murcha e cai, em si
Mesmo assim
Não é capaz de acreditar
Que nada é

Agrada-te do Senhor e Ele fará
Aquilo que deseja o teu coração
Entrega o teu caminho ao Senhor
E o mais, ele fará

Se o Senhor não edificar
Minha vida será
Como quem partiu e construiu
Sobre um lugar incerto
E quando as agruras dessa vida insistiram
Em roubar-lhe a paz
E o pouco mais do seu sossego

Veja o que ficou
Veja o que restou

Da-me mais graça, Senhor
Da-me mais graça
Traça os seus dedos nos meus olhos,
Vem me consolar
Da-me mais graça, Senhor
Da-me mais graça
Faz-me em Cristo outra vez
Ser mais que vencedor

Vem Senhor
Vem Cristo

Há um novo dia
Novo dia, ah

Vídeo incorreto?