Ela gosta de andar
Ela vai andar
Até chegar a nenhum lugar
Ela acaba as noites sempre em algum bar
Ela quer dançar e viajar
Nos braços de quem a quiser levar
Ela vive rápido e morre devagar.
Quem, quiser tê-la têm
Alguém que lhe trate bem
Mas ela no fundo não gosta de ninguém
Crazy
Crazy onde vais
Crazy
Baby é tarde, de mais
Os bares estão a fechar
As luzes vão se apagar
Ela vai acordar e perguntar
Onde esteve
Onde está
Ela gosta de se esquecer
E de se cortar
Ela tem uma filha
Uma linda menina
Ela deu-lhe o nome de Maria
Mas um dia o Juiz mandou tirar-lhe a cria
Hey miúda quem te fez mal
Cozinhada é amarga que nem sal
Ninguém precisa de andar até ao final
Crazy
Crazy onde vais
Crazy
Baby é tarde, de mais
Os bares estão a fechar
As luzes vão se apagar

Crazy,
Crazy onde vais
Agora os dias são todos iguais
Iguais
Agora os dias são todos iguais
Iguais
Iguais
Iguais
Iguais
Iguais

Vídeo incorreto?