Há um vagabundo sem nome
Que dorme de baixo da ponte
Eu não conheço esse homem
Em que me tornei hoje

Vejo as luzes da cidade a brilhar ao longe
Onde mora a felicidade, a mulher dos sonhos
Dizem que se eu procura-la muito talvez encontre
Dizem que casou com um homem nobre

Eles acharam-na cara demais para qualquer noivo
Mas eu vou convida-la para sair a noite
Se ela aceitar vou leva-la ate aos montes
Depois vou beijá-la e voltar a ponte

Olha, há alguém no pontão velho 2x
É o rei do rio que não chega ao mar 2x

Há um vagabundo sem nome
Que dorme de baixo da ponte
Há um rosto enrugado num reflexo
No outro,
Há algo de errado que este rio esconde.

Vídeo incorreto?