Acabei de me tornar Pós-ficcional
É menos um andarilho na rua
Minha maquete sonora voa no ar
De gaiola em gaiola.

Agora sou um Pós-ficcional
É menos um ambulante na rua
Os meus fonemas perambulam pelo ar
De tele em tele-nóia.

Tenho alguns áudios
Dá pra escutar!
E o meu release
Sei que fraco ele não tá
A bronca tá na fonte que não dá pra enxergar.
Pois tem muito reflexo
Encandeia o olhar!

Mas agora que sou Pós-ficcional
Não mais um operário da música
Minha maquete sonora livre no ar
De gaiola em gaiola voa.

Agora já Pós-ficcional
Não faço mais comércio na rua
Na sua casa eu trabalho sem cessar
É só você acessar.
www.ambulantenacional.com/heltonmouraeocambaio

Tenho alguns áudios
Dá pra escutar!
Câmera fotográfica
Fotos não vão faltar.
E ainda faz uns vídeos
Da pra turma sacar!
É foda que é emprestada
Eu tenho que entregar!

Mas agora que sou Pós-ficcional
Sem prazo, validade nenhuma
Sou da matrix, vim aqui pra lhe explicar
Essas linguagens outras...

(Tengo lengo tengo...)

Na sua casa, quem pode no celular é só você acessar...
Vá no google!

Vídeo incorreto?