Corpus christi carol


Ele a tolerou demais , ele a tolerou
Ele a sustentou no chão de um pomar

lu li lu lay lu li lu lay
o recém nascido falcão tomou minha colega de mim

E nesse pomar havia um lugar
Que era sustendado por purpura e ouro
E nesse lugar havia um leito
E este estava pendurado com um ouro tão vermelho

lu li lu lay lu li lu lay

E nesta cama descansava um cavaleiro
Sua ferida sangra tanto de dia como de noite
Em sua cabeçeira ajoelhava uma donzela
E ela chora tanto de dia como de noite

lu li lu lay lu li lu lay

E em sua cabeçeira havia uma pedra
Corpus Christi escrito sob ela