Nesse teu solo: Água.
A minha boca: Pálida.
A minha pele: Árida
Várzea: o meu sorriso

Aonde a vista alcança
Aonde o céu se lança
Aonde a onda vaga
A minha pouca pressa
A minha reza rápida
O que me esquece, cega
O que me resta a telha
Seja o que me basta

No que me toca: Margem.
No que me rege: Rédia.
No que me tange: Ave.
Várzea: o meu sorriso

Vídeo incorreto?