Sentado numa cadeira de palha
Entre o velho e o novo, o que valha?
Um pé atrás e outro à frente
A espera da escolha da nossa mente

Não sei se fico crente,
Se tudo vai dar pé
As palavras às vezes mentem
Vocês sabem como é
Talvez ilusão, pode ser decepção

O risco entre o velho e o novo
Todos temos que correr

Se correr o bicho pega
Se ficar o bicho come
E o mundo nos consome
Com tanta indecisão

Vídeo incorreto?