Quando você sem adeus partiu
A natureza te perseguiu
Cantaram aves velejando
Canado aves velejaram
E foram ventos só rodando
Foram palmeiras e rodaram

Canoa, canoa
Persegue esta chegada
Hoje a lua é uma espada
Amanhã é uma lagoa

Quando você voltou doutro mar
Outra barcaça, outra embarcação
Não tinha vento nessa terra
Nem cor nem água nos canais
Teus olhos novos tua guerra
Há tanto tempo quanto faz?
Não tinha aves mais na serra
Nem galinhas nos quintais
Teu sangue pra ser derramado
O meu parado já demais

Palmeira em sonho se levanta
Girando vento vem nascer
Eu te pergunto de que adianta
De que amor vamos viver?

Canoa, canoa
Persegue essa chegada
Hoje a lua é uma lagoa
Amanhã é uma espada

Vídeo incorreto?