Fujo de mim prá não te encontrar
Mas se fecho os olhos , eis que você está
Presa a minha mente,rasa no meu coração
Quis dominar a serpente
Mas me restou a , paixão.

Teus olhos arpejam novo acordar
Ante um silêncio que nem mesmo dante pôde estar
Prezo um nexo , rarefeito de sentir tua mão
Por isso espero que esse não seja , um pseudo-chão.

Quero me arrebentar no cais,
com dois rebentos mais
Dando a vida o real prazer,
eu e você
Como pais.