O tempo passou e ainda tô por aqui
Fico pensando em cada voz que se calou por aqui
Eu vou por aqui, por que que ninguém foi por aqui?
Porque pensaram que seria mó boi por ali
Se fosse cair no conto que escutei por aí
Eu não teria nada do que conquistei por aqui
Um pouco dali, juntei com outro pouco daqui
Construi, pé no chão, mas vejo o topo daqui
Chego lá, pode deixar, sem esquecer quem eu sou
De quem fez pouco e tirou
Quem fez um pouco e trincou
Sem rancor, só amor, que nem falei lá na "só"
Abandonaram o "pa", mas segurei meu "bo"
Conduzi, trouxe meus valores pra cá
Ou será que meus valores me trouxeram aqui?
Só sei que de onde eu tô, não tem como voltar
Não penso mais em parar, minha opção é seguir

Por aqui, por aí, por aqui, por aí…

Fiz um role por aí, pra saber como é conhecer
Fui a pé, de buzão, avião, a milhão, devagar aprendi
Cada lugar é um lugar, entendi
Linguajar, popular, dialeto
Me fiz entender, proceder sempre reto
No jeito de ser, quase sempre discreto
Silencioso sim, mas nunca quieto
Deixei boas impressões onde deixaram rastro
Sem pretensões de me tornar um astro
Só deixei minha estrela brilhar
E iluminar os caminhos que eu iria trilhar
Por aí, ainda tenho alguns lugares pra ir
Pessoas pra conhecer, tem coisa pra acontecer
Deixa a caneta correr, naturalmente ela flui
Se perguntarem de mim… diz que fui!

Por aqui, por aí, por aqui, por aí…

Vídeo incorreto?