Uso a criatividade, que vai do inferno ao céu
Se tenho paciência, crio um avião ou um chapéu
Barcos com navegantes, que enfrentam os tsunamis
Aves, dragões, se arisco um origami

Pego uma caneta, faço altas caretas
Me dou ao trabalho de juntar letra com letra,
Escrevendo planos para dominar o planeta
Planos de guerra e paz, ou pra conquistar minha preta

Sempre ando com um caso idéia surja
Quando falta idéia ou seda eu taco ele pra cuca
Todo mundo usa, tem uns otários que abusa
Por um punhado deste entram para a yakuza

Quando a saudade aperta, passo um telegrama
Também desabafo nele, quando estou tomando brama
já vi sendo usado, de mendigo a empresário
Geral usou, Raul, 2pac, até mesmo o Mario!

Que Mario??? Veja só como é hilário,
Sempre tem um por perto, dicionário, calendário
Recicle! Pode aumentar o seu salário
Por favor não recicle o que é usado em sanitário.

Escreva pra quem ama se constar use um anel
Tem que ter bastante pra ver sua dama de véu
Criados pelos chineses, assinado por Isabel
Que não adiantou bosta nenhuma, ainda pago aluguel

Não tenho medo de coronel nem de dormir em quartel
Sou revolucionário como Che ou Fidel
Ás vezes meu papel é muito cruel
Tenho vários papeis, há não sou fiel

A4, A3, cor azul, ou cor de mel
Faço constantes rimas, a varejo ao a granel
Para ler pra um grande publico ou dentro de um bordel
Costumo anotar um pensamento ou um cordel

Queria falar mais de algo que e tão bonito
Só que olhei pra cima ele já estava todo escrito

Esse é meu papel,
A quem sou tão fiel
Dedicado a cordel
Do fogo encantado

Vídeo incorreto?