Canta e olha pro céu
Seus olhos me mostram que o seu corpo dança quando quer
E anseia a prenda de um Deus
Gira feito um carrossel e acende o comum feito um breu
Me mostra como te ter e leva embora o que é meu
Quando você mostra magia, eu incorporo ilusão
Quando você cria alegria, eu interpreto emoção
Faca que corta e não sente
Não sangra e nem perde a razão
O corpo que prova pra mente o gosto dessa sensação
Bebe e se joga
Reza e me mostra
Que toda verdade tem luz
E toda mentira também
O importante é saber
O que se acende e o que não se vê
Canta e olha pro céu
Seus olhos me enfeitam com o seu jeito aplaudido de pé
Assume um romance ateu
Gira e retira seu véu
Acende porque já doeu
Me mostra como te ter e leva embora o que é seu
Quando você mostra magia, eu incorporo ilusão
Quando você cria alegria, eu interpreto emoção
Faca que corta e não sente
Não sangra e nem perde a razão
O corpo que prova pra mente o gosto dessa sensação
Bebe e se joga
Reza e me mostra
Que toda verdade tem luz
E toda mentira também
O importante é saber
O que se acende e o que não se vende
E o que não se vê

Vídeo incorreto?