Dá cá o pé, ó Loura!
Dá cá o pé, Lourinha!
Pois este ano passaste o pé
na moreninha

(currupaco, papaco)

Até pareces, meu amor
boneca de bazar
que a geme tem vontade de quebrar
Se eu fosse o teu coió

me transformava em pó
pra arranhar teu sapato devagar

O meu prestigio já caiu
no meu pais natal
Não lenho nem um cargo eleitoral!
Se eu fosse presidente
mandava pra você de presente
o Tesouro Nacional

Em homenagem ao teu perfil
no Norte do Brasil
as papagaios touros já falaram
que tu tens o calor
do sol do mês de mato
Quando passas gritam todos: Papagaio!

Vídeo incorreto?