Me deixa manso teu olhar no meu
Déjame tu humilde expresión
So lembra o tempo em que fui todo teu
Para recordar el tiempo en que fui toda tuya
E faz desse silencio o meu perdao
E sorria mais
E deixa que a paz de eu te amar
Se descanse em voce
Vem
E abre em flor o dia que vem
E como dois meninos vamos alem
E abandone a mao a minha mao
Vamos indo mas sem olhar pra tras
E colhe a flor no corpo da manha
Tal vez amanhã entenda depois
Que sofreu por nos dois
Mais a paz so vem depois
Nao faz mal sofrer
Nao faz mal morrer de amor
So vive quem morreu de amor

Vídeo incorreto?