De tanto correr por aí
De tanto pensar em você
De tanto olhar teus olhos
E ver o que ninguém vê

Eu fiz um som pra minha dor...

E vou contigo na imaginação
Em cada esquina que passo
Se o meu olhar te encontra sem razão
Aí meu coração perde o compasso

Preciso ter alma de aço
Pra resumir um amor num abraço
Teu rosto, um gesto, um resto, uma ilusão
Paixão perdida no espaço

E vou contigo na imaginação
Em cada esquina que passo
Pois tenho a vida inteira e a estrada inteira
Pra caminhar sem pressa
E sem passos...

Vídeo incorreto?